A INDÚSTRIA FARMACÊUTICA

O setor farmacêutico enfrenta diversos desafios, como cadeias de suprimentos complexas, pressões por reduzir custos, processos de adequação a leis, entre outros. Todo o processo de fabricação de produtos farmacêuticos e fornecimento aos consumidores envolve várias trocas de mãos, o que facilita a entrada de medicamentos falsificados e o roubo de cargas. A OMS calcula que o setor farmacêutico perde cerca de 40 bilhões de dólares a cada ano devido à falsificação.

Além das perdas financeiras, os medicamentos falsificados também aumentam os riscos para a saúde e possibilidades de recall, que afetam diretamente na imagem da marca. Toda essa complexidade exige uma solução que mantenha a transparência em todas as etapas. Um sistema de rastreabilidade eficiente pode ajudar as empresas farmacêuticas a gerenciar suas cadeias de suprimentos, ao mesmo tempo em que se adequam à legislação.

OSM

O QUE É A RASTREABILIDADE PARA O SETOR FARMACÊUTICO?

Em termos simples, rastrear significa seguir um item em tempo real em todas as etapas ao longo da cadeia de suprimentos, ao mesmo tempo em que são coletados dados históricos sobre a trajetória desse item desde sua origem até o ponto no qual se encontra em um momento determinado.

A rastreabilidade começa com a serialização, que proporciona uma forma de identificar e autenticar um medicamento antes da venda, distribuição, devolução ou retirada. No entanto, a serialização exige vários processos e pontos de dados, os quais somente podem ser derivados por meio da rastreabilidade completa, que inclui também a agregação. A agregação atrela unidades de medicamentos à caixas de embarque, de forma que seja possível escanear um código de uma caixa e saber todos os produtos ali contidos.

Pill Map

QUAIS SÃO AS NORMAS DE RASTREABILIDADE PARA A SERIALIZAÇÃO E A AGREGAÇÃO?

Cada país segue seu próprio método de serialização para rastrear os produtos. Na Europa, dados são agregados em um banco de dados mestre, o Sistema Europeu de Verificação de Medicamentos (também conhecido como ‘EU Hub’) e também nos bancos de dados específicos de cada país (os NMVS).

Já no Brasil, está sendo instituído o Sistema Nacional de Controle de Medicamentos (SNCM) pela Anvisa. Dados de medicamentos prescritos deverão ser encaminhados ao SNCM conforme forem mudando de status dentro da cadeia de suprimentos. No Brasil, a legislação atual dispõe que a serialização e a agregação deverão ser implementadas até abril de 2022, apesar do mercado compreender que esse prazo não será factível, uma vez que o SNCM ainda não se encontra operando por completo.

O mapa de normas abaixo ilustra as medidas adotadas por diversos países do mundo.

Baixe nosso Mapa de Regulamentação

COMO FUNCIONA UM SISTEMA DE RASTREABILIDADE?

Um sistema de rastreabilidade para a indústria farmacêutica completo é implementado através de hardwares e softwares que compõe uma ‘arquitetura’ de 5 níveis (L1-L5)

NÍVEL 1 (L1)

  Ver mais

Equipamento físico (hardware) utilizado para a rastreabilidade, como por exemplo as impressoras e câmeras.

  Ver menos
Warehouse

NÍVEL 2 (L2)

  Ver mais

Software embarcado que controla os hardwares de serialização e agregação presentes em uma linha de embalagem, como por exemplo o software capaz de identificar um código mal impresso e aciona o braço de ejeção do equipamento.

  Ver menos
Line Connectivity

NÍVEL 3 (L3)

  Ver mais

Gestor da planta, responsável por centralizar e gerenciar as informações e processos que ocorrem nas linhas de embalagem e também a troca de dados entre vários sistemas, como MÊS, WMS e ERP.

  Ver menos
Manufacturer

NÍVEL 4 (L4)

  Ver mais

Plataforma em nuvem que cria e distribui números seriais, centraliza as informações de múltiplas plantas e envia os dados para a Anvisa

  Ver menos
Cloud

NÍVEL 5 (L5)

  Ver mais

Entidade regulatória para quais os dados dos medicamentos são enviados, no caso do Brasil, seria o SNCM da Anvisa.

  Ver menos
Hospital
Production Efficiency Tool

AJUDANDO OS PAÍSES A CUMPRIREM OS PADRÕES NORMATIVOS

Embora alguns países já tenham uma conformidade normativa em vigor, outros ainda estão implementando seus novos padrões normativos. A OPTEL tem ajudado em ambos os casos para que sejam cumpridos os padrões normativos. Nos últimos 30 anos, a OPTEL, fornecedora líder global de sistemas de rastreabilidade e visão, tem ajudado o setor farmacêutico a cumprir as normas em todo o mundo e também a otimizar as operações da cadeia de suprimentos. Assista um de nossos Estudos e Caso

POR QUE ESCOLHER A OPTEL COMO SUA FORNECEDORA DE SOLUÇÕES COMPLETAS DE RASTREABILIDADE?

Gerenciar a fabricação farmacêutica é quase impossível sem a ajuda de um fornecedor confiável de soluções de rastreabilidade. É aí que a OPTEL se destaca. Com expertise em sistemas de rastreabilidade e visão há 30 anos, a OPTEL ajuda as empresas farmacêuticas a:

  • alcançar conformidade normativa;
  • otimizar eficiência operacional; e
  • criar uma cadeia de suprimentos mais inteligente.

A OPTEL é a única fornecedora que pode oferecer soluções turnkey de L1 a L5 com um atendimento diferenciado. Quer saber mais sobre nossas soluções de rastreabilidade? Entre em contato com nossos especialistas preenchendo o formulário, teremos o maior prazer em responder a todas as suas dúvidas.

Ler blog relacionado
FLY_OPTEL_Full-Stack

GUIA DA RASTREABILIDADE DE MEDICAMENTOS

DOWNLOAD

CONCLUSÃO

Gerenciar a fabricação farmacêutica é quase impossível sem a ajuda de um fornecedor confiável de soluções de rastreabilidade. É aí que a OPTEL se destaca. Com expertise em sistemas de rastreabilidade e visão, a OPTEL ajuda as empresas farmacêuticas a alcançar a conformidade normativa, otimizar a eficiência operacional e criar uma cadeia de suprimentos mais inteligente. A OPTEL é o único fornecedor que pode oferecer conectividade de L1 a L5. Quer saber mais sobre nossas soluções de rastreabilidade? Entre em contato com nossos especialistas preenchendo o formulário, teremos o maior prazer em responder a todas as suas dúvidas.