Avanços no debate sobre a rastreabilidade entre especialistas e o setor farmacêutico

A associação das indústrias farmacêuticas juntamente com as empresas envolvidas no projeto piloto da Anvisa, se reuniram em um encontro com especialistas, para debater os próximos passos da implantação da rastreabilidade em toda cadeia farmacêutica.

Um dos pontos mais importantes debatidos, foi sobre a agenda de implantação.

Através de seus especialistas, a ANVISA se mostra flexível à implementação do projeto por fases. Sendo possível que no primeiro momento, seja realizada apenas a serialização dos medicamentos e em um segundo momento a implantação da rastreabilidade por completo.

As ações da ANVISA após a conclusão da fase experimental são:

  1. Será definida a proposta de cronograma de implementação do Sistema Nacional de Controle de Medicamentos (SNCM), em parceria com o Comitê Gestor.
  2. Publicação da consulta pública com a proposta de implementação, afim de receber contribuições de todos os impactados pelo Sistema Nacional de Controle de Medicamentos (SNCM).
  3. Publicação da resolução ratificando os requisitos validados na fase experimental.
  4. Manter o ambiente para testes e desenvolvimento do SNCM relativos a operações e requisitos específicos de determinados produtos, operações e empresas.

O projeto de rastreabilidade deverá ser implantado totalmente pela cadeia farmacêutica até abril de 2022, e irá trazer vários benefícios tanto para o setor farmacêutico quanto para o consumidor. Você quer conhecer os resultados do projeto piloto da Anvisa? acesse: https://bit.ly/2vNljuS e prepare-se, o futuro já chegou.